Braga

Braga foi exemplo em Bilbau de boas práticas de atração de talento

(C) Município de Braga
Partilhe esta notícia!

No âmbito do grupo de trabalho “Inovação e Empreendedorismo” do Fórum de Desenvolvimento Económico da EUROCITIES, coordenado por Braga, Espoo e Barcelona, a cidade de Bilbau acolheu um encontro sobre “Inovação, Talento e Empreendedorismo” onde várias cidades europeias participaram nesta iniciativa com o mote “Urban Living Labs, Talent and Innovation n-helice”.

Com uma agenda muito preenchida, desde a apresentação de vários projectos de cooperação e inovação, bem como mesas redondas e conferências centrados em temas relacionados com “Laboratórios Urbanos, Talento e Inovação n-hélice”, representantes municipais e especialistas de diversos países reuniram-se para partilhar conhecimento e acções sobre políticas de inovação para o desenvolvimento económico. Além de Braga, o encontro contou com a participação de cidades como, Espoo, Dortmund, Munique, Stavanger, Eindhoven, Hengelo, Enscheden, Barcelona, Berlim, entre outras.

Braga apresentou algumas das políticas e realizações implementadas, mostrando o seu potencial como referência europeia e liderando alguns dos espaços de trabalho. O projecto “Work in Braga”, a estratégia económica Bracarense e o cumprimento dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU foram alguns dos temas em destaque.

“Apresentar as nossas experiências, partilhar com os colegas europeus, absorver no terreno a implementação das políticas de Bilbau, principalmente as relacionadas com dinamização económica e fomento do emprego, mas também identificar boas práticas a replicar, são os resultados destes encontros onde Braga está na linha da frente da sua organização, não só para partilhar e cooperar, mas também na coordenação deste grupo de trabalho, onde através da nossa acção demonstramos o nosso compromisso com a EUROCITIES e o dinamismo Bracarense que tão orgulhosamente representamos”, referiu António Barroso, em representação do Município de Braga nesta iniciativa.

Comentários

topo