Braga

Benfica aproveita surpresa do Casa Pia em Braga para reforçar liderança

Partilhe esta notícia!

O Benfica fortaleceu hoje o comando invicto da I Liga de futebol, ao vencer confortavelmente o Estoril Praia (5-1), na 12.ª jornada, aproveitando a vitória do Casa Pia em Braga (1-0), que permitiu ao FC Porto reassumir a vice-liderança.

Quatro dias depois de ter batido o Paris Saint-Germain na ‘corrida’ pelo topo do Grupo H da Liga dos Campeões, o conjunto orientado pelo alemão Roger Schmidt ‘passeou’ na Amoreira, graças aos golos do croata Petar Musa (25 minutos), António Silva (30 e 40), João Mário (67) e do sérvio Mihailo Ristić (89), que selaram o 10.º êxito no campeonato.

O Benfica chegou ao 23.º confronto sem perder em 2022/23 e ultrapassou a façanha dos comandados de Jorge Jesus, que em 2011/12 também não tinham perdido nenhum dos primeiros 22 jogos, para lograr o melhor arranque imbatível numa época no século XXI.

As ‘águias’ passaram a somar 34 pontos, repondo as vantagens de oito face ao campeão FC Porto, segundo, e de 12 para o Sporting, quinto, que bateram no sábado o lanterna-vermelha Paços de Ferreira (4-0) e o Vitória de Guimarães (3-0), sexto, respetivamente.

Já o Estoril Praia, cujo treinador Nélson Veríssimo se reencontrou com o Benfica, que tinha dirigido em 2019/20 e 2021/22, ainda reduziu diferenças com um golo de Serginho, já em tempo de compensação, permanecendo na 10.ª posição da I Liga, com 16 pontos.

Horas antes, um golo do brasileiro Rafael Martins (23 minutos) ofereceu mais três pontos ao sensacional Casa Pia no reduto do Sporting de Braga (1-0), num resultado segurado pelo ‘guardião’ lisboeta Ricardo Batista, que defendeu um penálti de Ricardo Horta (74).

Se os ‘arsenalistas’ voltaram ao último lugar do pódio, com 25 pontos, após uma dupla vitória, que permitiu a ultrapassagem ao FC Porto, os ‘gansos’ somaram novo triunfo e resgataram a quarta posição, que foi temporariamente ocupada pelo Sporting, com 23.

No primeiro embate do dia, um golo solitário do ganês Emmanuel Boateng bastou para o Rio Ave bater o Boavista (1-0) rumo à terceira vitória consecutiva em casa, num total de quatro em seis possíveis, agravando a recente quebra de rendimento dos ‘axadrezados’.

Os vila-condenses ascenderam ao 11.º lugar, com 15 pontos, a dois do Boavista, nono, que ganhou cinco das sete primeiras rondas, mas averbou a terceira derrota, intercalada com duas igualdades, desde o êxito na receção ao Sporting (2-1), há quase dois meses.

Em zona de descida, na 17.ª e penúltima posição, com seis pontos, está o Marítimo, que, uma semana após se ter estreado a ganhar em Paços de Ferreira, adiou o primeiro êxito em casa, ao empatar 0-0 diante do Famalicão, 14.º, com 11, que ainda não triunfou fora.

A 12.ª ronda da I Liga, penúltima antes da inédita paragem para o Mundial2022, fecha na segunda-feira, a partir das 20:15, com a receção do Desportivo de Chaves, 12.º, com 15 pontos, ao Santa Clara, no 16.º lugar, de acesso ao ‘play-off’ de manutenção, com nove.

Comentários

topo