País

Crédito Agrícola paga 500 euros de ‘ordenado’ extraordinário aos colaboradores

Partilhe esta notícia!

Para fazer face ao atual contexto económico, o Crédito Agrícola reforça a sua política de Recursos Humanos no investimento dos colaboradores e, ainda durante o mês de Novembro, a Caixa Central vai atribuir um pagamento pontual de 500 euros a todos os seus colaboradores.

Para acompanhar esta medida extraordinária, a Caixa Central emitiu orientações às Caixas de Crédito Agrícola e Empresas do Grupo que permitirão a estas, de acordo com as suas condições financeiras, a atribuição de um prémio aos seus colaboradores entre os 250 e os 750 euros.

Paulo Barreto, Diretor de Recursos Humanos do Grupo Crédito Agrícola, afirma que “esta é mais uma medida que visa o comprometimento do Banco com os seus colaboradores e um apoio extraordinário para atenuar os efeitos da subida da inflação e alguma perda do poder de compra. Este apoio extraordinário que o Crédito Agrícola vai atribuir é de extrema importância porque visa impactar positivamente a vida dos nossos colaboradores e reforça a retenção e fixação de talento no Banco.”

Além desta medida, agora implementada, o Crédito Agrícola tem em vigor o modelo de teletrabalho que tem impacto no bem-estar pessoal e profissional dos trabalhadores, mas também com a sustentabilidade nas vertentes ambiental e social, com a poupança realizada nas deslocações. Com um modelo na Caixa Central de três dias presenciais e dois dias em teletrabalho, os colaboradores ainda têm a possibilidade de num prazo de duas semanas terem quatro dias consecutivos em teletrabalho.

Comentários

topo