Viana do Castelo

IPVC é um “dos grandes impulsionadores da economia e da educação em Portugal”

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O aniversário da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESCE-IPVC) ficou marcado pelo “Caminho ESCElência” e pela entrega dos prémios do concurso “Ideias Empreendedoras – Leaders for the Future”.

A Escola Superior de Ciências Empresarias do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESCE-IPVC) assinalou, esta segunda-feira, o seu 21.º aniversário, numa cerimónia comemorativa que começou com uma homenagem aos alunos que concluíram o curso de licenciatura com a melhor classificação. O “Caminho da ESCElência” tem hoje a “marca” de 60 ex-alunos.

Bruno Alves, Bruna Esteves, Flávia Azevedo e Bruno Vieira, dos cursos de licenciatura em Gestão da Distribuição e Logística, licenciatura de Organização e Gestão Empresariais, licenciatura em Contabilidade e Fiscalidade e do curso de Marketing e Comunicação Empresarial, respetivamente, foram os ex-alunos que deixaram este ano a sua “marca” na ESCE-IPVC. “Fizemos um bonito caminho nesta Escola. Sempre apoiados pelos professores, porque aqui os docentes estão mesmo empenhados em acompanhar os alunos e trabalham connosco para o nosso sucesso”, descreveu Nuno Vieira, em jeito de conclusão de tudo o que os colegas haviam dito.

Já o diretor da Escola Superior de Ciências Empresariais, Luís Barreto, congratulou-se pelo facto de a ESCE-IPVC se assumir como uma das instituições de referência da região, capaz de atrair um número cada vez mais elevado de estudantes: “Atualmente, na ESCE são mais de 650 alunos, inscritos em todo o espetro da nossa oferta formativa, que vai desde os CTeSP, licenciaturas, mestrados e pós-graduações. Também é importante referir o facto de a ESCE ter preenchido todas as vagas do concurso nacional de acesso e ter uma taxa de ocupação em matrículas efetivas de mais de 90%, com alunos oriundos dos diversos cantos do país e alunos internacionais. Hoje, na cidade de Valença, na região do Alto Minho e no país, não há dúvidas que a ESCE-IPVC é um sucesso e um dos grandes impulsionadores da economia e da educação em Portugal”.

A pensar precisamente no crescente número de alunos que têm optado pela Escola Superior de Ciências Empresariais, Luís Barreto recordou a recente boa notícia, com a construção de uma residência académia com capacidade para 56 alunos, aprovada no âmbito do PRR e que irá implicar um investimento de quase dois milhões de euros. O diretor aludiu a um contínuo esforço para que o número de camas disponíveis continue a aumentar, de forma a fixar mais estudantes no concelho de Valença.

E foi também de dados estatísticos que falou a pró-presidente do IPVC, Ana Sofia Rodrigues, para dar nota de alguns dos indicadores que espelham o impacto da instituição na região. “É uma Escola potenciadora do Alto Minho. Nos últimos dois anos, esta Escola preencheu a totalidade das vagas disponíveis. Tem também um corpo docente empenhado e qualificado, com 94% dos seus professores doutorados a tempo integral, e mais de 80% do seu pessoal técnico com formação superior. Tudo isto reflete-se não só na qualidade de ensino, mas também na empregabilidade. Todas as licenciaturas da ESCE têm uma taxa de empregabilidade acima dos 90%. É uma Escola ativa e atrativa para estudantes nacionais, mas também internacionais e em mobilidade Erasmus”, defendeu Ana Sofia Rodrigues.

Presente também na cerimónia comemorativa, a vice-presidente da Câmara Municipal de Valença, Ana Paula Xavier, referiu-se à ESCE como uma “Escola de referência para o presente e para o futuro do concelho e da região”, começou por afirmar. E continuou: “É também uma Escola com qualidade formativa e credibilidade institucional, garantindo uma estreita relação com a região e o tecido empresarial transfronteiriço”.

O 21.º aniversário ficou, ainda, marcado pela entrega dos prémios aos cinco vencedores da primeira edição do concurso “Ideias Empreendedoras – Leaders for the Future”, financiados no âmbito PRR. Ao palco subiram Luciana Silva, Tatiana Conde, Sérgio Fernandes, Bruno Vieira e Margarida Pires. “É um projeto que permite aos alunos assimilarem novas ideias, dotando-os de outros conhecimentos, pontos de vista e perspetivas, que lhes permitam desenvolver competências, sempre focadas no potencial dos seus projetos e com possibilidade de crescimento”, defendeu a vice-diretora da ESCE-IPVC, Sónia Carvalho.

O concurso “Ideias Empreendedoras – Leaders for the Future” resultou de um trabalho efetuado, há mais de uma década, pela Escola Superior de Ciências Empresariais, no âmbito do projeto integrado Leaders for the Future, que desafia os alunos ao longo dos três anos de licenciatura desde a ideia ao plano de negocia para sua a sua implementação.

O aniversário da ESCE-IPVC ficará ainda marcado pela inauguração da “HUMANESCE”, uma exposição de fotografia com vista a humanizar e perpetuar o rosto de alunos e colaboradores da ESCE.

Antes do bolo de aniversário, ainda atuou a Tuna Académica da ESCE, a TUNESCE.

Comentários

topo