Curiosidades

Combustíveis Low Cost podem afetar o rendimento do carro? Saiba mais

Partilhe esta notícia!

É seguro abastecer com combustíveis low cost? Conheça a diferença entre estes combustíveis e os restantes existentes no mercado e tome a sua decisão.

Segundo o E-konomista as respostas para estas perguntas não são unânimes, e serve o presente artigo para mostrar informações que podem ajudar a escolher o melhor combustível para si.

Há, contudo, uma certeza: os combustíveis em Portugal saem todos das mesmas refinarias.

As marcas de renome afirmam que costumam acrescentar aditivos aos combustíveis não low cost, apenas para corresponderem melhor às necessidades dos motores modernos. Poderia isso ser mais uma razão para apostar nos combustíveis mais baratos?

Estas são algumas das questões quando o assunto é abastecer o carro com este tipo de combustível. Descubra tudo sobre o assunto e acabe com as dúvidas.

COMBUSTÍVEIS LOW COST E PREMIUM: QUAL A DIFERENÇA?

Todos os combustíveis vêm das mesmas refinarias, com a diferença de que os low cost são simples e os restantes têm aditivos. A grande diferença reside, portanto, na composição dos mesmos, para além do preço, claro.

Ou seja, o combustível simples é o que sai da refinaria, sendo assim o produto base e virgem que as marcas compram para, depois, lhes juntarem os aditivos, como é o caso da gasolina e do gasóleo normal.

Estes combustíveis, comprados pela maioria dos portugueses, têm assim mais aditivos do que os simples, mas menos do que os produtos premium das grandes marcas.

No caso dos combustíveis low cost, ou simples, estes são desprovidos de aditivos que promovem o melhor desempenho.

Os aditivos têm como funções reduzir as emissões poluentes, aumentar a potência do motor e diminuir o consumo. Para além disso, aumentam os intervalos de manutenção e melhoram a fiabilidade do motor.

Gasolina low cost é prejudicial para a viatura?

A DECO desenvolveu estudos em relação a esta questão, e concluiu que não existem factos que comprovem que este género de combustíveis prejudica diretamente o motor e a performance do veículo. Segundo a análise, os combustíveis low cost cumprem as normas de qualidade e as necessidades dos consumidores.

Com a escalada do preço dos combustíveis é preciso encontrar alternativas

As marcas de automóveis têm sido unânimes em assegurar que, quando o cliente compra um carro, há instruções específicas mínimas de utilização de gasóleo ou gasolina. No entanto, não dão qualquer indicação aos clientes sobre o combustível que devem usar, seja este de baixo custo ou gasolina simples ou aditivada, o que faz com que assumam que todos os disponíveis no mercado têm qualidade para serem consumidos.

Ou seja, entende-se que, quando o mercado respeita essas orientações, garantindo que não há combustíveis adulterados ou mal acondicionados, não há razões para descartar a versão mais económica.

Comentários

topo