Braga

Comunidade estrangeira em Braga já corresponde a 8% da população residente

(C) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Braga foi o concelho do país que registou o maior crescimento no número de habitantes, perfazendo agora um total de 193.324 cidadãos residentes, segundo os resultados definitivos dos Censos 2021, hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Estes números equivalem a um crescimento de 6,5% face aos dados obtidos nos anteriores Censos, que datam de 2011.

Nesse ano, Braga contava com 181.494 habitantes, o que significa que atualmente tem mais 11.830.

Considerado o concelho mais jovem do país, Braga conta com 60.264 residentes com idades entre os zero e os 29 anos.

Os números hoje revelados confirmam os resultados preliminares dos Censos 2021 avançados em julho de 2021 pelo INE.

Na altura, o presidente da Câmara, Ricardo Rio, apontou “a qualidade de vida” e as migrações como os principais fatores do aumento do número de habitantes do concelho nos últimos 10 anos.

Referiu-se, designadamente, à comunidade brasileira, admitindo que poderão ser cerca de 10 mil os cidadãos daquele país residentes em Braga.

O autarca adiantou ainda que a comunidade estrangeira poderá significar entre 7 a 8% da população total residente no concelho.

O distrito de Braga tem atualmente 828.650 habitantes, face aos 848.185 registados em 2011.

Além de Braga, outros dois concelhos deste distrito registaram aumento de residentes: Esposende, que passou de 34.254 para 35.132 habitantes, e Vizela, que agora tem 23.896 residentes, em comparação com os 23.736 verificados em 2011.

De acordo com as conclusões dos Censos de 2021, Portugal perdeu 2,1% da população nos últimos 10 anos, passando para 10.343.066 no dia 19 de abril de 2021 e invertendo a tendência de crescimento registada nas últimas décadas.

Comentários

topo