Cultura

Mais de 100 obras em exposição na Mostra Nacional de Jovens Criadores

Partilhe esta notícia!

Mais de 100 obras de jovens criadores vão estar em exposição na Mostra Nacional de Jovens Criadores (MNJC), que se realiza de 1 a 3 de dezembro, no Fórum Municipal Romeu Correia e no Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro, em Almada, com entrada livre e gratuita.

A iniciativa do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) terá masterclasses e visitas guiadas temáticas à exposição e irá contar no dia 1 de dezembro, para a inauguração, com o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, pelas 14h30 e no dia 3 de dezembro pelas 16h30 com a presença da Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes.

As obras estarão expostas ao longo dos três dias nos dois polos culturais, sendo que para as áreas artísticas de Cinema, Dança, Gastronomia, Literatura, Moda, Música e Teatro haverá momentos específicos de apresentação, performances e concertos, onde os artistas irão mostrar os seus trabalhos.

Na gala, no dia 3 de dezembro, que está reservada aos criadores, convidados e à comunicação social, serão revelados os vencedores de cada área artística.

Os galardoados irão receber um prémio no valor de 1.000 euros, terão uma entrevista publicada na plataforma do Gerador, 50% de desconto num curso à escolha da Academia Gerador durante um ano, a oferta de uma assinatura como Sócio Gerador e um Cartão Jovem.

O festival encerra com um concerto do músico Filipe Sambado.

A edição de 2022 da Mostra Nacional de Jovens Criadores é organizada, pela primeira vez, pelo Gerador, numa parceria com a Câmara Municipal de Almada. A plataforma portuguesa independente de jornalismo, cultura e educação trouxe várias novidades, como a transformação deste evento num festival de três dias, a introdução de cinco novas dimensões artísticas (Arte Digital, Arte Urbana, Cerâmica, Humor e Gastronomia) e a organização da exposição por temas curatoriais.

“Os visitantes são levados numa viagem pelas vicissitudes do tempo de uma geração. Começam pelas obras agregadas ao tema ‘Intimidades’, onde são exploradas as relações com o próprio e com os outros, passando depois para os trabalhos ligados ao tópico ‘Fragilidades’, que revelam um olhar crítico sobre o contexto atual. As obras que questionam o passado e o presente, através da reinvenção, encontram-se na temática da ‘Metamorfose’, seguindo-se aquelas que falam de ‘Futuros’. A exposição termina dando a possibilidade aos visitantes de verem alguns ‘Recomeços'”, explica Tiago Sigorelho, presidente do Gerador.

A MNJC é o mais importante e alargado programa de estímulo à criação por jovens artistas em Portugal desde 1997. Arte Digital, Arte Urbana, Cerâmica, Cinema, Dança, Escultura, Fotografia, Gastronomia, Humor, Ilustração, Literatura, Moda, Música, Pintura e Teatro são as áreas artísticas abrangidas por esta iniciativa.

“A Mostra Nacional de Jovens Criadores é um projeto que, ao longo de 25 anos, tem dado a conhecer alguns dos mais notáveis autores da Cultura em Portugal. Prometemos continuar a promover o trabalho de criadores que irão dar que falar no futuro”, afirma Selene Martinho, Vice-Presidente do IPDJ.

A artista plástica Joana Vasconcelos, os escritores Valter Hugo Mãe e Gonçalo M. Tavares, os estilistas António Tenente e Maria Gambina e o compositor Manuel Durão são alguns autores que venceram edições anteriores.

Consulte o programa, saiba quem são os artistas selecionados e outros pormenores do evento aqui.

Comentários

topo