Braga

Braga não foi a cidade eleita para Capital da Cultura em 2027

(C) Município de Braga
Partilhe esta notícia!

Braga não foi a cidade eleita pelos 12 membros do júri nacional e internacional como Capital da Cultura em 2027. Contudo, dois mil anos de passado não nos impedem de imaginar o futuro.

“Continuamos a pensar Braga. A celebrar a cidade que somos e a projectar a cidade que queremos ser”, escreve o município em comunicado.

“Mais do que a candidatura a Capital Europeia da Cultura Braga ‘27, a estratégia cultural de Braga até 2030 identifica a cultura como um dos pilares de desenvolvimento sustentável de uma Cidade e de toda uma região. Através da Braga Cultura 2030, fizemos consultas aos Bracarenses, organizámos actividades com o envolvimento da comunidade, conversámos com artistas, agentes culturais, associações, comerciantes, cidadãos anónimos Bracarenses de diversas áreas de intervenção. Tudo para reunirmos as vozes da Cidade e com elas prepararmos uma estratégia cultural para a década de 2020–2030. Porque a nossa missão maior é mudar numa década a face cultural de Braga. Este é um verdadeiro legado. Braga é hoje e será sempre Capital de Cultura. Cidade palco para o mundo. Este é também o momento de agradecer. De agradecer a toda a equipa que afincadamente liderou o processo de candidatura de Braga a Capital da Cultura e que fez um trabalho exemplar a todos os níveis, em especial à Cláudia Leite a coordenadora da equipa de missão da candidatura de Braga. De agradecer aos Bracarenses, que de forma incansável emprestaram o seu ADN, a sua cultura tão própria, a sua empatia e autenticidade a este projecto, reconhecendo-o como seu.
De agradecer a todos os parceiros e a todos quantos se associaram à candidatura de Braga de forma tão exemplar e empenhada. Uma especial saudação à cidade de Évora 2027, Cidade Candidata CEC, que arrecadou o título de Capital Europeia da Cultura em 2027 e que, estamos certos, elevará a cultura portuguesa como um referencial para a Europa e para mundo. Um reconhecimento público a todas as cidades candidatas e finalistas, neste longo e exigente processo, que nos fizeram sempre querer mais, num percurso evolutivo e construído em sociedade. Braga será incontornável no panorama cultural até 2030 e esse caminho já começou a ser construído”, concluiu o Município de Braga em comunicado oficial.

Comentários

topo