Viana do Castelo

Politécnico de Viana do Castelo debate desafios da produção vitivinícola

Partilhe esta notícia!

Iniciativa acontece no âmbito do projeto NUTRIR – Núcleo Tecnológico para a Sustentabilidade Agroalimentar do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Sistemas Agroalimentares e Sustentabilidade do IPVC.

Estudar as atividades agrícolas da região, destacando as suas potencialidades e procurando respostas para os condicionalismos que apresenta, é este o principal papel do Núcleo Tecnológico para a Sustentabilidade Agroalimentar (NUTRIR), do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Sistemas Agroalimentares e Sustentabilidade do IPVC (CISAS-IPVC0), instalado em Melgaço, na Escola Superior de Desporto e Lazer, em parceria com a Câmara Municipal de Melgaço, e que, no próximo dia 12, apresenta uma jornada de trabalho sobre os desafios da produção vitivinícola.

A Escola Superior de Desporto e Lazer, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESDL-IPVC), em Melgaço, acolhe, na próxima segunda-feira, durante a manhã, a jornada “Desafios da produção vitivinícola na sub-região Monção e Melgaço – fitossanidade”. A iniciativa acontece no auditório da ESDL-IPVC, no âmbito do NUTRIR – Núcleo Tecnológico para a Sustentabilidade Agroalimentar, projeto que nasceu com orientação científica do CISAS – Centro de Investigação e Desenvolvimento em Sistemas Agroalimentares e Sustentabilidade do IPVC.

A sessão de abertura, às 9h30, será feita pelos presidentes da Câmara Municipal de Melgaço e de Monção, Manoel Batista e António Barbosa, respetivamente, e pelo presidente do Politécnico de Viana do Castelo, Carlos Rodrigues.

Seguem-se dois painéis, moderados por Susana Mendes Moura – do NUTRIR-CISAS. No primeiro será feita uma apresentação do NUTRIR, uma “Avaliação da eficácia de substâncias ativas autorizadas no controlo de míldio e oídio em produção biológica de vinha de casta Alvarinho” e, para rematar, será abordada a temática da “Produção em modo biológico de uvas casta Alvarinho”. No segundo painel, os temas serão “Previsão de doenças fúngicas na videira”, “Conhecer e evitar os vírus da videira” e “Flavescência dourada”.

O encerramento, às 12h45, contará com intervenções da diretora da Escola Superior Agrária, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESA-IPVC), Isabel Valín.

O Núcleo Tecnológico para a Sustentabilidade Agroalimentar (NUTRIR), instalado em Melgaço, tem como missão a caracterização territorial, nomeadamente no que concerne às potencialidades e condicionalismos das principais atividades agrícolas da região, com enfoque na vitivinicultura e na produção animal, numa perspetiva de investigação, desenvolvimento e qualificação para suporte à inovação empresarial, dinamização económica e promoção da sustentabilidade territorial.

O NUTRIR atua em territórios de baixa densidade e competitividade, por isso, a presença de estruturas de ID&I, com recursos humanos altamente qualificados, apresenta-se como crítica para catalisar a produção primária e agroalimentar em estreita articulação estratégica com o planeamento e sustentabilidade territorial.

Comentários

topo