Braga

Distrito de Braga e Viana em alerta devido à chuva forte a partir da meia noite

Partilhe esta notícia!

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção civil (ANEPC) vai aumentar, a partir da meia-noite, de amarelo para laranja o estado de alerta do dispositivo de socorro nos distritos de Aveiro, Porto, Vila Real, Braga e Viana do Castelo.

Segundo adiantou hoje aos jornalistas o comandante nacional da ANEPC, André Fernandes, face ao agravamento das condições atmosféricas durante a próxima madrugada, na tarde de segunda-feira também o distrito de Setúbal deverá estar em alerta laranja, em termos do dispositivo de socorro. Todos os restantes distritos mantêm o nível alerta amarelo para o dispositivo de socorro.

“Este alerta tem a ver com o acumular de precipitação”, referiu André Fernandes, observando que é expectável, face às previsões atmosféricas para os dias 12, 13 e 14, um acumular de precipitação e que os “rios aumentem o seu caudal e ocupem o leito das cheias”, sobretudo na região norte do país, nomeadamente nas bacias hidrográficas do Minho, Lima, Douro, Ave e Vouga.

Face a esta situação meteorológica, André Fernandes alertou para a possibilidade, na bacia hidrográfica do Minho, de ocorrência de inundações em áreas de maior risco, como Caminha, Monção e Valença.

Na bacia hidrográfica do Lima, chamou a atenção para a eventualidade de inundações nas povoações ribeirinhas em Arcos de Valdevez e também para a possibilidade de ocorrência de inundações em Ponte da Barca e Ponte de Lima, nomeadamente em zonas ribeirinhas.

Quanto à bacia hidrográfica do Cávado, alertou que poderão ocorrer inundações em Braga, Barcelos e no rio Este (Braga).

Apelou também a uma condução rodoviária defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.

“Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas”, foi outra das medidas aconselhadas por André Fernandes.

Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira mar, foi outra das recomendações efetuadas pelo comandante nacional da ANEPC.

Questionado sobre a necessidade de encerramento antecipado de túneis, após o que aconteceu com as chuvadas em Lisboa, o mesmo responsável mencionou que essas medidas são vistas em conjunto e em colaboração com as concessionárias e proprietários dessas infraestruturas rodoviárias, que, caso seja preciso, as encerram ou colocam sinais de condicionamento do trânsito.

Comentários

topo