Guimarães

Guimarães assinala 21 anos da elevação a Património Cultural da Humanidade

Partilhe esta notícia!

Esta terça-feira, 13 de dezembro, Guimarães assinala os 21 anos da elevação a Património Cultural da Humanidade, com uma iniciativa simbólica do “Património Iluminado” no Largo da Oliveira e Paço dos Duques de Bragança (18h00), sendo ainda condicionada devido à situação climatérica. Está ainda programado o concerto Folefest, às 19h00, no Paço dos Duques de Bragança, com entrada livre (limitada à capacidade do espaço).

O Comité do Património Mundial inscreveu o Centro Histórico de Guimarães na Lista de Bens Património Mundial em 13 de dezembro de 2001. A classificação resultou, em grande medida, de um trabalho coordenado e motivado pelo Município tendo em vista a “recuperação do centro histórico de Guimarães”.

Guimarães já tem em curso uma nova candidatura, agora, para alargar a classificação como Património Cultural da Humanidade à zona de Couros, já aprovado pela Comissão Nacional da UNESCO (CNU).
No caso de sucesso da candidatura, Guimarães acrescentará 21 hectares aos 19 hectares do Centro Histórico de Guimarães já classificados, juntando uma área dedicada ao trabalho e à curtimenta de peles às áreas que outrora eram os centros militar e civil da cidade.
A concretizar-se o desejo do município, Guimarães será detentora de um dos maiores centros históricos classificados.

Comentários

topo