Vila Verde

Vila Verde atribui apoio extraordinário às instituições de solidariedade social (IPSS)

Partilhe esta notícia!

O Município de Vila Verde decidiu atribuir um apoio extraordinário de cinco mil euros às instituições de solidariedade social do concelho, por forma a ajudar a enfrentar o atual contexto de dificuldades agravadas pela crise inflacionista.

A presidente da Câmara Municipal, Júlia Rodrigues Fernandes, justifica a medida como “um contributo para ajudar instituições que fazem um trabalho imprescindível e de grande impacto para a população, sobretudo junto das pessoas mais vulneráveis”.

“As instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e as misericórdias desempenham um papel insubstituível no desenvolvimento dos territórios, ao nível da integração e da coesão social”, reforça Júlia Fernandes.

Enaltecendo o trabalho de proximidade que é desenvolvido pelas cerca de duas dezenas de instituições envolvidas, a autarca sublinha a relevância das respostas sociais que abrangem todos os grupos etários, em inúmeros domínios de intervenção.

As IPSS do concelho de Vila Verde desenvolvem um conjunto de respostas diferenciadas, colmatando necessidades no apoio à infância, juventude, pessoas com deficiência e terceira idade. Respondem igualmente a problemáticas nos domínios da formação e qualificação, do emprego, da saúde e bem-estar social, da pobreza e exclusão social.

Depois da pandemia Covid-19 e das suas consequências, com novas formas e métodos de organização do trabalho e custos acrescidos na atividade diária das instituições de solidariedade social, a crise internacional provocada pela guerra na Ucrânia trouxe novos obstáculos e dificuldades.

A inflação, com destaque para o aumento substancial dos preços dos bens alimentares e dos produtos energéticos, como a eletricidade, o gás e os combustíveis, vem agravar a já débil situação financeira das IPSS, razão pela qual o Município de Vila Verde decidiu avançar com o reforço dos apoios a estas instituições.

Comentários

topo