Barcelos

IPCA celebra 28 anos com inauguração do edifício da ETESP em Braga

(c) IPCA
Partilhe esta notícia!

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) celebrou o 28.º aniversário com a inauguração do edifício da Escola Técnica Superior Profissional (ETeSP), em Braga.

Após o ato solene de descerramento da bandeira, pela Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, e pelo Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, os parabéns ao IPCA foram cantados ao som das Tunas. Estava assim oficialmente inaugurado o edifício da ETeSP, que contou com um investimento de cerca de 3 milhões de euros para a aquisição e requalificação do edifício, com recurso a receitas próprias do IPCA. O arranjo dos espaços exteriores foi uma empreitada da Câmara Municipal de Braga, com um investimento de 400 mil euros.

A ETeSP iniciou a sua atividade com 78 estudantes, e hoje recebe diariamente cerca de 2000, distribuídos pelos concelhos onde o IPCA tem representação: Barcelos, Guimarães, Vila Nova de Famalicão, Esposende e Vila Verde.

Já no auditório do Altice Forum, após um momento musical protagonizado pelo grupo Cadenza Trio, o Presidente do Conselho Geral, Pedro Fraga, homenageou a memória do IPCA e “os nomes da primeira Comissão Instaladora, que ambicionaram este projeto e nem nos seus melhores sonhos imaginaram o que esta instituição viria a ser passados 28 anos”. O empresário falou ainda da importância da inauguração oficial do edifício, que há 8 anos acolheu a lecionação dos CTeSP´s, num projeto pioneiro.

Fotos: IPCA

“Este é um percurso marcado pelo crescimento, evolução e concretização, mas também pela aprendizagem e inovação” referiu na sua intervenção a Presidente da Associação Académica do IPCA, Mariana Lima. A representante dos estudantes frisou ainda: “É com muita felicidade que recordo todas as conquistas que o IPCA alcançou este ano, como a aquisição da primeira residência de estudantes, que surge numa altura difícil para muitas famílias”.

O Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, mostrou-se satisfeito pelo município se associar a este momento de alegria e celebração destas quase 3 décadas.

O edil de Braga, afirmou que desde a constituição do IPCA, sempre o viu como “ponto de encontro da região, sendo esta expansão uma maneira de potenciar esse crescimento”. Ricardo Rio afirmou ainda que é devido ao bom trabalho das instituições de ensino que os municípios apresentam bons resultados localmente, e neste caso, o IPCA é um exemplo de ligação umbilical com as empresas”.

A Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, começou por recordar aos convidados de que no decurso destes 28 anos foi trilhado um “caminho de afirmação no panorama nacional e no espaço europeu de ensino superior, sempre em ligação e com o propósito de servir a região do Cávado e do Ave”.

A Presidente avançou ainda que na passada sexta-feira o IPCA recebeu o seu presente de Natal: “É com muito orgulho que vos informo que recebemos o visto do Tribunal de Contas para a empreitada do B-CRIC – Collaborative Research and Innovation Center, pelo que a mesma pode ser consignada e iniciar brevemente”.

A Presidente aproveitou a oportunidade para reiterar que os “Politécnicos estão prontos para responder às alterações legislativas para lecionarem doutoramentos”.

A sessão do Dia do IPCA encerrou com a atribuição de distinções aos docentes que obtiveram o grau de doutor e título de especialista em 2022, e com a atribuição de Prémios de Mérito aos estudantes com melhor desempenho concedidos por empresas e entidades parceiras.

OCC anuncia Prémio de Investigação Professor João Carvalho no valor de dez mil euros

Durante a sessão solene do Dia do IPCA, a Bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC), Paula Franco, apresentou o Prémio de Investigação Professor João Carvalho. Instituído pela OCC, este prémio, no valor de dez mil euros, destina-se a apoiar a realização de projetos de investigação aplicados ao setor público nas áreas da contabilidade, fiscalidade e auditoria e é de periocidade bianual.

Comentários

topo