Mundo

Apoio dos EUA à Ucrânia é “um investimento na liberdade” diz Zelensky

Partilhe esta notícia!

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, salientou esta quarta-feira, perante o Congresso norte-americano, que o dinheiro entregue pelos Estados Unidos à Ucrânia “não é caridade”, mas “um investimento na liberdade” e na “segurança global”.

Zelensky destacou que “contra todas as probabilidades” a Ucrânia ainda está de pé, depois de ser recebido com uma ovação estrondosa por parte dos congressistas presentes no Capitólio dos Estados Unidos.

O chefe de Estado ucraniano realçou que o que está em jogo no conflito é maior do que apenas o destino do seu país, salientando que a democracia em todo o mundo está a ser testada.

“Esta batalha não pode ser ignorada, à espera que o oceano ou qualquer outra coisa forneça proteção”, frisou, num discurso em inglês onde agradeceu aos norte-americanos pelo apoio e liderança internacional na ajuda à Ucrânia.

Em referência ao recente sistema de defesa Patriot, que os EUA vão entregar a Kiev, Zelensky disse esperar que este ajude a “parar o terror russo contra as cidades” ucranianas.

Já sobre a ajuda financeira, o governante ucraniano destacou que esta é muito importante: “O vosso dinheiro não é caridade, é um investimento na liberdade, numa segurança global, que gerimos da forma mais responsável possível”.

O discurso perante o Congresso foi a segunda paragem da visita a Washington, a primeira desde o início da invasão russa da Ucrânia, onde se reuniu na Casa Branca com o homólogo norte-americano, Joe Biden.

A visita do líder ucraniano ocorre em plena negociação no Congresso dos orçamentos para o ano fiscal de 2023, que contemplam mais 45.000 milhões de dólares (42 mil milhões de euros) em assistência à Ucrânia.

Comentários

topo