Região

Pulseira eletrónica por ameaças a ex-namorada em Cabeceiras de Basto

Partilhe esta notícia!

Um homem de 25 anos ficou sujeito a pulseira eletrónica por ameaçar e insultar “de forma reiterada” a ex-namorada de 18 anos, no concelho de Cabeceiras de Basto, no distrito de Braga, revelou hoje a GNR.

Segundo o Comando Territorial da GNR de Braga, o homem foi detido na segunda-feira no seguimento de uma denúncia por uma situação de violência doméstica.

A GNR descreve que o suspeito foi detido em flagrante quando, mesmo na presença de militares desta polícia, “ameaçava e injuriava, de forma reiterada, a vítima”.

“No decorrer da ação e na presença da guarda o indivíduo, junto da residência da vítima, continuou a proferir-lhe ameaças e injúrias, causando medo e inquietação”, descreve esta polícia militar.

O homem foi presente, na terça-feira, ao Tribunal Judicial de Guimarães, onde lhe foi decretada a medida de coação de afastamento da vítima, apresentações bissemanais no posto policial da área de residência, estando controlado por pulseira eletrónica.

O Comando Territorial da GNR de Braga aproveita para recordar que a violência doméstica é crime público, apelando a quem conhecer casos que os denuncie.

“Denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe”, refere o comunicado da GNR remetido à agência Lusa.

No mesmo texto, a GNR recorda as linhas possíveis para denúncia, desde o portal Queixa Eletrónica ao 112 e contactos dos postos da polícia, bem como a aplicação App MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos ou a aplicação SMS Segurança também direcionada a pessoas surdas.

Comentários

topo