Viana do Castelo

Politécnico de Viana do Castelo quer apoiar instituições e apela ajuda de todos

Partilhe esta notícia!

Iniciativa desenvolvida por alunos e docentes do Instituto Politécnico de Viana do Castelo pretende apoiar a Casa dos Rapazes de Viana do Castelo, o projeto “Hospital dos brinquedos”, a Associação AMA Autismo e uma “Horta pedagógica e terapêutica”.

Metade do caminho está feito, mas ainda falta uma parte para se atingir o objetivo e chegar pelo menos aos mil euros. Trata-se da campanha de crowdfunding que o Instituto Politécnico de Viana do Castelo lançou no final de novembro e que pretende apoiar quatro projetos que prometem melhorar substancialmente a forma de estar e de viver de dezenas de crianças e jovens. São projetos que esperam apadrinhamento e contributos. Através do link, poderá ficar a conhecer melhor cada um deles. A campanha está em vigor até 6 de janeiro.

Os projetos foram desenvolvidos gratuitamente por alunos e docentes do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, no entanto, é agora necessária ajuda para os colocar na prática. Por isso, foi criada a campanha de crowdfunding.

“O meu quarto e a minha sala”, da Casa dos Rapazes de Viana do Castelo, foi desenvolvido depois de terem sido auscultados todos os utentes e colaboradores da instituição, que deram os seus contributos para tornar o espaço mais agradável, confortável, acolhedor e diferenciador, conforme as necessidades e individualidade de cada criança e jovem que acolhe. Ouvidos todos os intervenientes, o projeto foi depois desenvolvido por alunos e docentes do IPVC, que esperam agora o apoio da sociedade para os tornar realidade. A Casa dos Rapazes de Viana do Castelo inscreve-se na resposta social de Casa de Acolhimento. Trata-se de uma instituição de referência nas áreas da infância e juventude, que trabalha há 70 anos na proteção de crianças e jovens.

No âmbito da Escola Inclusiva IPVC, que combina a formação académica com o conceito de servir a comunidade, surgiu também o projeto “Hospital dos brinquedos”, cujo objetivo é fácil de perceber. Pretende “curar” brinquedos eletrónicos e entregá-los a instituições de solidariedade social, para que possam contribuir para os sorrisos de dezenas de crianças e jovens.

Reorganizar e remodelar o espaço exterior do Centro de Atividades Ocupacionais da Fundação AMA Autismo. Assim se chama o terceiro projeto, que espera por ajuda para a sua concretização e que irá atuar em várias vertentes: criação de um espaço ao ar livre com pomar, que proporcione sombra e condições para a realização de várias atividades; conceção de um espaço envolvente com chuveiros/repuxos de água, para que, no verão, os jovens se possam refrescar e usufruir de momentos divertidos; criação de um espaço que permita secar roupa no inverno; e conceção de um espaço para lanches e momentos de socialização entre utentes.

O quarto projeto visa desenvolver uma “Horta pedagógica e terapêutica”, que permita promover princípios e práticas da sustentabilidade e atitudes e comportamentos pró-ambientais. As hortas pedagógicas visam, ainda, encorajar a prática da agricultura biológica, contribuindo, igualmente, para tornar o espaço académico mais sustentável.

São estes os quatro projetos que precisam da ajuda de todos. Um euro poderá fazer a diferença. Inspire-se e faça a última boa ação do ano, aceda à página e deixe o seu contributo.

Comentários

topo