Mundo

Lula da Silva acaba noite junto do povo com promessas de “amor e carinho”

Partilhe esta notícia!

O novo Presidente do Brasil, Lula da Silva, acabou o dia da tomada de posse junto da população que o aguardou durante horas e prometeu cuidar “do povo brasileiro com amor e carinho”.

Por volta das 23:00 de domingo (02:00 de segunda-feira em Lisboa) Lula da Silva chegou acompanhado da mulher, Janja da Silva, ao Festival do Futuro, na Esplanada dos Ministérios, o centro das festividades na capital do país onde, desde manhã cedo, dezenas de artistas pisaram o palco e animaram a multidão ‘vermelha’ composta por cerca de 300 mil pessoas.

“Lula guerreiro do povo brasileiro”, gritou-se em euforia com a chegada do novo Presidente brasileiro ao palco.

Com o discurso mais descontraído do dia, Lula, falando para ‘os seus’ afirmou que só ele sabe o que passou, nos tempos em que esteve preso. “Por causa de vocês estou aqui subindo a rampa do Palácio do Planalto”, disse, para delírio da multidão.

Menos conciliador do que nos discursos anteriores em que garantiu querer unir o país e trabalhar para os que não votaram nele, Lula atirou: “As pessoas que me ‘xingavam’ esquecem que o nosso sangue é vermelho”.

“Eles sabem perfeitamente o que nós representamos, por isso nos odiaram”, prosseguiu.

Lula da Silva virou-se depois para o público feminino e garantiu que vai trabalhar para que a mulher tenha o “direito de ganhar o mesmo salário quando fizer a mesma profissão”.

O recém empossado Presidente brasileiro prometeu ainda que terá como missão “cuidar do povo brasileiro com amor e carinho”, garantir a “direito ao almoço e janta”, providenciar escola, ciência e tecnologia para todos e ainda “trabalho digno”.

“Vou dar um beijo à Janja”, disse. E deu.

De seguida surgiu Janja, a organizadora do Festival do Futuro e uma autêntica primeira-dama ‘rockstar’.

“Aproveitem a festa, a alegria tomou posse e não vai sair daqui mais”, afirmou.

Ficou assim concluído o dia, junto de cerca de 300 mil apoiantes de norte a sul do país, que durante todo o dia encheram a Esplanada dos Ministérios em Brasília com dança, alegria e muita música.

Aqui neste mesmo lugar, no início da tarde, quando Lula da Silva iniciou o desfile – no Rolls-Royce que serve a Presidência da República desde 1952 – rumo ao Congresso para ser oficialmente empossado Presidente, a multidão começou a chorar de alegria.

Lula da Silva tomou hoje posse como 39.º Presidente da República Federativa do Brasil, com um mandato que vai até 31 de dezembro de 2026.

Depois de passar pelo Congresso, o novo Presidente do Brasil seguiu para o Palácio do Planalto onde subiu a rampa em frente à Praça dos Três Poderes para discursar diante de um público até 40 mil pessoas, limite autorizado pela segurança.

Depois, antes deste último ato com a população, foi ao Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, para uma receção fechada ao público com vários convidados de mais de 65 delegações estrangeiras, entre os quais chefes de Estado, vice-presidentes, chefes da diplomacia, enviados especiais e representantes de organismos internacionais.

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, e o antigo primeiro-ministro e amigo pessoal de Lula da Silva, José Sócrates, marcaram presença nas celebrações.

Também os presidentes de Angola, João Lourenço; de Timor-Leste, José Ramos-Horta; de Cabo Verde, José Maria Neves; da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, e o secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Zacarias da Costa, também marcaram presença.

Lula da Silva (Partido dos Trabalhadores) é o primeiro chefe de Estado a ter três mandatos na história recente do Brasil. Candidato seis vezes à Presidência da República do Brasil, foi o primeiro líder operário a chegar ao posto mais importante do comando político do país.

Comentários

topo