Mundo

Marcelo presente na missa fúnebre do papa emérito Bento XVI

Partilhe esta notícia!

A missa fúnebre do papa emérito Bento XVI começou às 09:24 locais (08:24 em Lisboa) na Praça de São Pedro, no Vaticano, diante de dezenas de milhares de fiéis e presidida pelo Papa Francisco e celebrada pelo Decano do Colégio Cardinalício, Giovanni Batista Re.

No centro do átrio da praça do Vaticano, e após uma procissão no interior da basílica de São Pedro, foram colocados os restos mortais de Joseph Ratzinger, que morreu no sábado aos 95 anos.

Na basílica, após o encerramento na quarta-feira do velório, visitado por quase 200.000 pessoas, os restos mortais do Papa emérito foram colocados num caixão feito de madeira de cipreste, como manda a tradição.

O Papa Francisco chegou minutos antes da procissão numa cadeira de rodas e sentou-se numa cadeira preparada especialmente para si no altar.

O funeral do papa emérito Bento XVI segue um cerimonial “solene” mas “sóbrio” que será acompanhado, segundo estimativas oficiais, por milhares de pessoas.

Como tal, o Vaticano apenas convocou oficialmente para a cerimónia duas delegações, de Itália e da Alemanha, o país onde nasceu Joseph Ratzinger.

A delegação italiana será liderada pelo chefe de Estado, Sergio Mattarella, e pela primeira-ministra, Giorgia Meloni, assim como a delegação alemã, que será chefiada pelo Presidente, Frank-Walter Steinmeier, e o chanceler alemão, Olaf Sholz.

Uma delegação das autoridades da Baviera, região que viu nascer Joseph Ratzinger, também estará presente e será encabeçada pelo líder do governo regional, Markus Söder.

O Estado português estará representado nas cerimónias pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pela ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro.

Comentários

topo