Braga

Chega requer audição parlamentar do secretário de Estado Hugo Pires

Partilhe esta notícia!

O Grupo Parlamentar do Chega anunciou hoje ter requerido uma audição na Assembleia da República com o novo secretário de Estado do Ambiente, Hugo Pires, considerando existir uma “suspeita” de conflito de interesses.

Segundo este partido, em 2021, período em que o atual secretário de estado exercia funções como deputado eleito pelo PS, “procedeu à venda da sua empresa de arquitetura e reabilitação urbana à empresa agrícola Penedo do Frade.

“A referida empresa detida por duas irmãs, Lucinda Isabel Guimarães Gomes Marques e Adelaide Sofia Guimarães Gomes Marques, promoveu a implantação de vários hectares de vinha num aterro sanitário do grupo Semural Waste & Energy SA. No grupo Semural, Waste & Energy SA as empresárias são acionistas, sendo que Lucinda Gomes Marques e o seu irmão João José Guimarães Gomes Marques são ainda membros do Conselho de Administração”, refere-se no requerimento.

De acordo com o Chega, Hugo Pires, na qualidade de deputado integrava a Comissão de Ambiente e Energia, foi relator de um parecer sobre resíduos urbanos, precisamente no mesmo mês em que vendeu a empresa que detinha”.

“O parecer em causa tem reveladas implicações sobre a empresa com a qual fez negócio, pelo que consideramos que deveria ter sido declarado esse conflito de interesses e pedido escusa”, sustenta-se no requerimento do Chega.

Comentários

topo