Guimarães

Município de Guimarães adquire mais de 10 mil fotografias da história do concelho

(C) Redes sociais
Partilhe esta notícia!

A Câmara Municipal de Guimarães adquiriu um acervo fotográfico com mais de 10 mil negativos, constituído por exemplares representativos das várias camadas da história de Guimarães, como retratos, paisagens, estratigrafias urbanas, festividades e registos do universo empresarial. Este acervo pertencia à casa “Foto Beleza”, que manifestou interesse em vender parte da sua produção fotográfica, abrangendo os finais do século XIX e todo o século XX, com o intuito de resguardar este “património” para as gerações futuras, mantendo a sua atividade.

O espólio ficará integrado no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, que garante a conservação de documentos, em diferentes suportes, provenientes do Município ou de outras entidades do concelho, com interesse histórico, patrimonial, arquivístico ou informativo. As aquisições destes acervos são fulcrais para a construção da memória da cidade e das instituições, pois funcionam como uma espécie de passado preservado, lembrança imutável de um momento ou situação sobre um determinado tema.

A vice-presidente da Câmara de Guimarães, Adelina Paula Pinto, destaca que este conjunto de fotografias vai robustecer o Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, “tratando-se de imagens com importância extrema em termos de registos de informações ou testemunhos sobre lugares, monumentos, modos de vida, pessoas, que devem ser preservados para gerações futuras, sendo uma produção fotográfica antiga, original, rara e única” e que acresce ao espólio adquirido da antiga casa fotográfica “Foto Simão”, assegurando assim a construção da memória da cidade e das instituições.

Este acervo contempla um conjunto de negativos e positivos de valor considerável para o concelho de Guimarães, produzido ao longo de três gerações de fotógrafos vimaranenses, Manuel Alves Machado (1906-2006), Fernando Machado (1929-2020) e Jaime Machado, com imagens que possuem significado no contexto da história da fotografia nacional e integram negativos de várias temáticas de cariz político, social, religioso ao longo dos tempos, assim como acontecimentos, personagens, bens culturais e ambientais relevantes para a memória coletiva portuguesa, em especial vimaranense.

Comentários

topo