País

Diretores da TAP recebem 450 euros por mês para compensar perda de BWM

Partilhe esta notícia!

A TAP está a pagar um “cheque” de 450 euros mensais aos seus diretores e administradores para utilizarem na Uber como forma de compensação pela não renovação da frota automóvel. Segundo o Correio da Manhã, fonte oficial da companhia aérea diz que “a TAP está a rever a sua política interna de mobilidade, pelo que essa [cheque de 450 euros] é uma solução transitória”.

“Tal como já foi publicamente anunciado, a TAP está a rever a sua política interna de mobilidade, pelo que essa [cheque de 450 euros] é uma solução transitória”, adiantou fonte oficial da TAP em resposta ao mesmo jornal.

Recorde-se que em outubro foi noticiado que a TAP encomendou 50 viaturas BMW para a administração e diretores para substituir a frota de Peugeot ao abrigo de um contrato de renting operacional. Contudo, a companhia acabou por recuar na decisão, após as críticas dos sindicatos e do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa disse que “num período de dificuldade deve fazer-se um esforço para dar o exemplo de contenção”, e considerou que se trata de “um problema de bom senso”.

Comentários

topo