Braga

Privado paga obra na Central de Camionagem de Braga e ganha direito a construir

Partilhe esta notícia!

O empreiteiro responsável pela requalificação da Central de Camionagem de Braga vai ter direito a construir apartamentos na parte superior do equipamento, em troca do financiamento de toda a obra, anunciou hoje o presidente da Câmara.

Segundo Ricardo Rio, “não se trata de uma parceria público-privada, mas sim de uma concessão de espaço”.

“O modelo previsto é a central na zona de baixo e a construção de habitação na zona superior. O empreiteiro pagará toda a obra, ficando obviamente o espaço da central nas mãos do município”, explicou.

Frisou que aquele é um local previsto para habitação, pelo que “não há qualquer desvirtuação do uso”.

Disse também que o objetivo é dar resposta à necessidade de mais habitação a custos acessíveis, adiantando ainda que há “exiguidade” de espaços para esse fim.

Segundo Ricardo Rio, o projeto de requalificação da central de camionagem “está a ser desenvolvido”, não havendo ainda estimativa dos custos.

Numa fase inicial, quando estava apenas prevista a requalificação da central, o investimento previsto era entre três a quatro milhões de euros.

A questão foi levantada, na reunião quinzenal do executivo, pela vereadora da CDU, que criticou a construção de habitação no local.

“Os fogos para habitação fazem falta, mas não pode ser a qualquer custo”, referiu Bárbara Barros, acrescentando que, até aqui, nunca se tinha falado dessa hipótese para a zona da Central de Camionagem.

A vereadora comunista admitiu que a intervenção “é muito exigente do ponto de vista orçamental”, mas afirmou que não está, “de todo, de acordo, que num equipamento daqueles se construam apartamentos”.

“É uma alteração que não se coaduna com o uso do espaço”, rematou.

Comentários

topo