Esposende

Projeto “Deixe a Apúlia Limpa” é finalista a prémio ambiental nacional

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A ação de plogging “Deixe a Apúlia Limpa” é um dos 15 projetos finalistas candidatos ao Prémio Junta-te ao Gervásio, promovido pela Sociedade Ponto Verde – Sociedade Gestora de Resíduos de Embalagens, S. A. (“SPV”).

O projeto, integrado na categoria Cidadania Social da iniciativa, baseia-se na prática de plogging nas praias, nos passeios junto às dunas e nas áreas de estacionamento da Apúlia, assim como ao apelo à promoção da economia circular.

A ação tem vindo a decorrer desde o dia 4 de setembro de 2019 e das 48 sessões de plogging realizadas resultou a recolha de 12 197 beatas de cigarro e 3 080 litros de resíduos em 108 horas e 59 minutos, sendo que a 30 de setembro de 2020 foram levadas 8243 beatas de cigarro à Assembleia Municipal de Esposende por ocasião de intervenção ali realizada. (ver créditos)

Entre os objetivos do projeto pretende-se sensibilizar para o respeito pelas Praias da Apúlia, a separação dos resíduos recicláveis e sua colocação nos ecopontos, a recolha de resíduos perigosos e o seu encaminhamento enquadrável, a deposição seletiva de lixo orgânico em contentores, a promoção da economia circular e o usufruto harmonioso da mãe Natureza.

Trata-se de um projeto que tem muita visibilidade pois ocorre ao ar livre, em áreas com circulação de pessoas e causa choque, estupefação tendo impacte para os 3 pilares da Sustentabilidade com destaque para a componente ambiental dado o seu alcance na diminuição da deposição de resíduos e/ou o seu lançamento em zonas sensíveis como dunas e praias. Igualmente, permite olhar para a Natureza de uma forma interventiva em que cada cidadão pode ser um corredor férreo para “salvar” o planeta.

Contribui também para alterações de comportamento e atitude dos cidadãos na comunidade local pois com a prática generalizada do plogging junto da comunidade local é possível criar hábitos saudáveis de vida e uma postura cívica moderna, atuante.

Fotos: Carlos Dobreira

O projeto pode ser replicável para outras organizações, áreas de atuação da comunidade local dado o seu custo quase residual. De facto, o replicar de ações de plogging implica um baixo custo dado que apenas exige a aquisição de luvas, de sacos de plástico a reciclar e de caixas de plástico, dando ainda utilização a materiais de armazenamento encontrados (Exemplo; caixas de esferovite para transporte de peixe) que permitem a recolha permanente. A logística de organização pode ser assumida por juntas de freguesias e figuras de destaque em áreas como a música, o desporto e o ensino, dando assim atratividade ao projeto.

No total foram registadas 173 candidaturas para as categorias “Cidadania Social”, “Juntas de Freguesia” e “Entidades de Proximidade” do prémio Junta-te ao Gervásio, tendo o ISCTE (knowledge) escolhido os 15 melhores candidatos de cada categoria.

A seleção dos três melhores projetos das categorias será anunciada em fevereiro de 2023.

Comentários

topo