Viana do Castelo

Design do Politécnico de Viana ‘senta-se à mesa’ no projeto “Design.come”

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Alunos da licenciatura de Design de Produto da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESTG-IPVC), desenvolvem projeto “Design.come” e criam novas abordagens para utensílios de cozinha.

Explorar novos conceitos de “eat-design” e de “easy to serve”, numa conjugação entre novas oportunidades tecnológicas e a possibilidade de construir experiências novas à mesa. É esta a base do projeto “design.come”, da responsabilidade dos alunos do terceiro ano da licenciatura em Design do Produto, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESTG-IPVC).

“Design.come” envolve 49 alunos, é coordenado pelos docentes Ermanno Aparo, Liliana Soares, António Labrincha e João Abrantes e conta com contributos da Associação Empresarial de Viana do Castelo e das empresas Viana Grés e Queirós Knives.

O projeto deu aos alunos a oportunidade de participarem na criação de um processo de inovação para o território, que atravessasse o mundo empresarial e que reiterasse o papel do Politécnico de Viana do Castelo para o território, como parceiro privilegiado para a inovação. O docente Ermanno Aparo explica que “Design.come” permite criar novas abordagens para utensílios de cozinha, dando novas possibilidades de abordagem aos estudantes: “O projeto abre novos caminhos, conjugando de formas diferentes o verbo ‘comer’ e proporcionando novos paradigmas que possam servir de meio para uma cultura gastronómica em continua evolução”.

“Design.come” deu origem a um conjunto de 40 projetos que resultaram num cruzamento de linguagens, entre tradição e modernidade, memória e inovação. Tudo servido à mesa e embrulhado numa nova roupagem. Ermanno Aparo espera, agora, que o projeto seja apenas o primeiro de novas parcerias com o tecido empresarial da região, numa possibilidade real de colocar o conhecimento teórico ao serviço das necessidades e realidades empresariais: “Espera-se que este projeto possa ser a alavanca para novos produtos, mas, principalmente, uma importante experiência para os estudantes do curso de Design do Produto puderem analisar, operar e projetar lado a lado com o tecido empresarial de Viana do Castelo”.

Comentários

topo